HOME OFFICE

Atualizado: 16 de jul.

Uma realidade para cada vez mais profissionais em todo o mundo. É uma oportunidade para você cumprir suas tarefas com maior conforto e autonomia em sua casa e uma vantagem para a empresa que deseja eficiência e redução de custos.


O home office já provou que a independência do escritório é possível. Cada vez mais, as empresas estão reconhecendo as vantagens desse modelo flexível que faz os

funcionários mais felizes e traz ótimos resultados.


Afinal, quem não quer autonomia para trabalhar de onde quiser e definir seus próprios horários? Opa! Não é bem assim! Cuidado como que você vê na internet!


Mas calma lá: o home office também tem seus percalços.


Por isso, é melhor avaliar bem os prós e contras antes de seguir por esse caminho. E, depois, planejar bem essa mudança. Criei este guia especialmente para isso, e todas as dicas foram testadas e aprovadas.



Então, quer descobrir se o home office é para você? Continue lendo! Boa leitura!


O que você lerá neste artigo:


Trabalho? Eis aqui um novo estilo de vida

Responsabilidades do Empregador no Home Office

Desafios do Home Office

Os prós e contras

Como manter o foco no trabalho remoto

Como conciliar a vida de casa com o Home Office

Como manter a sanidade em tempos de pandemia

Lidando com as incertezas


Trabalho? Eis aqui um novo estilo de vida


Fomos obrigados a aderir e inserir esse novo formato de trabalho devido a pandemia, mas por outro lado, isso foi apenas um adiantamento do modelo de trabalho do futuro. Estar no conforto da casa, e ao mesmo tempo, cumprindo com seus deveres do trabalho.


Em meio a essa pandemia que afetou milhares de trabalhadores, não teve outro jeito: precisamos nos reinventar. A quarentena, imposta pelo distanciamento físico, fez muita gente se adaptar ao novo normal.


O termo “home office”, trabalhar em casa, já era usado por muitos, principalmente pelos autônomos. Ao mesmo tempo que foi uma ótima saída, para muitos, não é possível trabalhar em casa, fazendo com que muitos precisem se arriscar para sobreviver.


Há relatos de que o tempo útil do horário de trabalho foi melhorado. Aquelas horas de trânsito, filas intermináveis, vida conturbada e estressante dentro dos metrôs e ônibus, fizeram com que o home office fosse realmente um bom negócio.


A tecnologia minimiza algumas ausências e faz com que a perda da conexão social com amigos e familiares, seja suprida de alguma forma com a internet, pois ela também facilita algumas dinâmicas de trabalho. Mas também aumenta a quantidade de informação recebida, o que é mais difícil de ser filtrada quando estamos o dia todo diante do computador e do celular.


O novo normal faz com que repensemos naquilo que achávamos ser essencial para nós. O mercado mudou, precisou se reinventar de todas as formas, alavancou a necessidade de adaptação dos profissionais e nos trouxe grandes mudanças para que fosse possível desempenhar um bom trabalho, mesmo em casa.



Responsabilidades do Empregador no Home Office


Antes de entrarmos no assunto com profundidade, é válido ressaltar que, embora esteja trabalhando em sua casa, o profissional está lá representando a empresa. Portanto, cabe à empresa garantir a plenitude de bem-estar e a infraestrutura correta para o empregado, da ergonomia ao uso da internet.


Com base no princípio da alteridade, previsto no art. 2º da CLT, o empregador deve arcar com as despesas de seu negócio.


Dessa forma, o reembolso de despesas com telefone, internet, energia elétrica, água, dentre outros, pode ser pleiteado pelo empregado visto o aumento desses custos para o desempenho da atividade estabelecida pelo empregador.


O funcionário pode, da mesma maneira, solicitar o ressarcimento quando o utiliza equipamentos próprios necessários para o desempenho do labor, como por exemplo, computador, móveis, celular, entre outros recursos.


Vale destacar também que, se o contrato for pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), todos os direitos, encargos e responsabilidades fiscais da empresa para com o empregado permanecem os mesmos. Férias, feriados, abonos e outras determinações legais também não sofrem alterações.


Agora que empregadores e funcionários têm conhecimento da responsabilidade da empresa em relação à realização do Home Office, vamos refletir um pouco mais sobre o tema.



Desafios do Home Office


A produtividade é maior no home office? Depende do ponto de vista e de cada caso. Com o conforto de trabalhar em casa, muitas pessoas enfrentaram grandes dificuldades nessa adaptação. Pessoas que não tinham um escritório, ou até mesmo, um cantinho dedicado a essa tarefa, precisaram criar e mudar vários hábitos dentro de casa para fazer o negócio andar.


Embora o home office ofereça diversas vantagens para nós, como a flexibilidade e uma maior qualidade de vida, esse modelo de trabalho também apresenta diversos desafios pelo caminho. Especialmente para quem nunca optou pelo home office, a adaptação à nova rotina não é tão simples quanto parece.


Mudar os hábitos não é fácil. Estar trabalhando no mesmo ambiente onde se tem uma Tv, uma cama confortável e uma comidinha boa, exige muito, mas muito foco. Ter uma estrutura de trabalho adequada, sem dúvidas, é essencial para ser produtivo. O home office exige uma parcela de mudança na mentalidade dos profissionais.


Para isso, o profissional precisa ter ao menos uma bancada de trabalho improvisada. Trabalhar sentado no sofá ou deitado na cama, não é uma boa indicação, pois para se distrair é uma piscada só. Independentemente do local escolhido, tenha atenção às medidas de sua bancada de trabalho e mantenha o seu profissionalismo.


Muitos passaram também pela dificuldade em não possuírem equipamentos eletrônicos de qualidade para darem continuidade no trabalho, e esse é um impasse para aqueles que não possuem verba para investir nisso no momento.




Os prós e contras do Home Office


Conciliar a produtividade no trabalho com a responsabilidade de cuidar dos filhos ou da casa, tem sido um desafio para diversos profissionais. Com isso existem tantos prós como contras. Analise os pontos positivos e negativos de trabalhar em casa:


Prós de atuar em casa:


Proximidade com seus familiares: A qualquer momento do dia, você consegue dar mais atenção aos seus filhos, esposa, marido, etc, e também, desde que de maneira organizada, uma maior atenção aos seus pets e momento em família.


Sem problemas de deslocamento ao trabalho: Horas de trânsito, estresses excessivos, gastos com passagens de transporte público, gasolina, entre outros, não serão mais um grande problema na sua rotina. Você tem mais autonomia e disposição com esse tempo em casa.


Mais independência e maior liberdade profissional: Com o Home Office, é só acordar e ir para o trabalho no cômodo ao lado!

Mais privacidade (desde que seja planejada): Você consegue ter mais conforto ao sair de um ambiente organizacional, consegue ter mais clareza nas ideias, além de quando estiver se sentido cansado, consegue fazer mais pausas.


Redução de custos: Isso vale desde gasolina, até mesmo, aos lanchinhos na padaria ao lado, ou no comércio mais próximo do bairro. Com o Home Office, reduza gastos inesperados e taxas desnecessárias.


Mais saúde: Com mais tempo do que o normal em dias de trabalho dentro do ambiente organizacional, você consegue planejar de uma maneira melhor a sua vida saudável, acordar mais cedo para treinar, planejar sua alimentação e muito mais.


Otimização de atividades: Novamente, com o foco no que precisa ser feito, para você que está desenvolvendo suas atividades em casa, seu trabalho será melhor administrado e terá melhores resultados.




Contras de viver no mesmo ambiente em que se trabalha:


Isolamento social: Sabemos que não é fácil essa situação de se distanciar das pessoas, de não termos mais aquela rotina de antes. E com isso o engajamento com pessoas diminuiu drasticamente, pois não é a mesma coisa que uma reunião online.


Dificuldade em se desconectar do trabalho: Muitos possuem essa grande dificuldade, pois estão no mesmo ambiente onde dormem, comem, tem lazer. O foco no trabalho e aquele “só mais 5 minutinhos e já desligo” acabam ultrapassando o tempo do que realmente devíamos nos dedicar, fazendo com que nos desgastemos sem necessidade.


Distração com familiares: Em tempos de pandemia, todos estão tentando levar a vida com o “novo normal” e isso pode ser uma grande dificuldade para aqueles que estavam acostumados com sua ausência em casa e agora tem como ter a sua atenção.


Distração com lazeres (séries, filmes, jogos): Trabalhar no mesmo local em que você costuma descansar, pode ser um grande desafio a se enfrentar. Para isso precisa ter foco e disciplina em saber separar os seus momentos pessoais do profissional.



Como manter o foco no trabalho remoto


Não há segredo, mas sim disciplina. Para trabalhar remotamente em casa, precisamos saber separar muitas coisas. Por isso, trouxemos algumas dicas de como você pode manter seu foco no trabalho:


Mantenha a organização: A organização do ambiente de trabalho é um passo fundamental para que tenhamos mais satisfações e trabalhar e, consequentemente, mais produtividade. Para isso, mantenha sua organização, uma mesa limpa, com arquivos separados, sem aquela papelada toda em cima da mesa. Se necessário, compre um quadro de avisos para você se planejar, às vezes, o planejamento visual com post-it ajuda a ter uma melhor visualização das tarefas a serem cumpridas.



Organize sua rotina: Trace um plano, trace metas. Uma boa forma de começar a organização da rotina é manter em sua agenda uma rotina de produtividade que te auxiliará na conclusão de todas as tarefas. Um dos métodos mais eficientes para não esquecer nenhuma tarefa é manter um checklist com sua lista de tarefas diárias

Saiba priorizar tarefas urgentes, sem perder o seu foco: Aprenda com essa nova rotina, focar naquilo que realmente é urgente e precisa da sua atenção. Saber separar e priorizar as coisas, para muitos não é uma tarefa fácil, mas é necessária.


Evite a procrastinação: “Não deixe para amanhã aquilo que você pode fazer hoje” nunca esteve tão presente em nosso cotidiano. Um dos maiores vilões para quem trabalha em home office é possuir esse péssimo hábito de adiar as tarefas, o que acaba consequentemente diminuindo a produtividade, por sua vez provocando a ansiedade.


Cuide acima de tudo, da sua saúde mental: Com tantas notícias bombardeando a nossa mente, muitos profissionais se deixam afetar com coisas negativas dentro da sua área profissional. Para alguns, a sensação de que não estão sendo produtivos o suficiente pode se tornar uma pressão excessiva, acarretando problemas emocionais.



Como conciliar a vida de casa com o home office


Saiba estabelecer uma rotina: em dias úteis, para quem tem filhos, as crianças e os adolescentes devem ter horário para acordar, tomar café da manhã e também ter acompanhamento em suas aulas programadas a distância. Cada um fazendo sua tarefa em horários pré-estabelecidos, ajuda para a contribuição da rotina de todos, assim, as crianças ficam atentas às aulas enquanto os pais precisam focar no trabalho, tendo um maior controle dentro de situações não previstas no dia a dia.

Determine regras e delimite espaços: um caminho que é muito importante para evitar com que as crianças não compreendam os momentos que os pais precisam se dedicar exclusivamente ao trabalho, é determinar regras, horários e limites. Para que nenhum constrangimento possa ocorrer durante uma reunião online, por exemplo.

Definir intervalos para ficar com as crianças: do mesmo modo como precisa haver regras de horários em que os pais precisam se dedicar exclusivamente ao trabalho, é necessário e recomendável saber também separar intervalos em que as crianças receberão atenção dos pais e não se sentirão desamparadas.



Como manter a sanidade em tempos de pandemia


Manter a saúde mental em tempos sombrios de corona vírus é uma tarefa extremamente difícil. Como nunca passamos por nada parecido, muitos sentimentos entram em conflito dentro de nós.


O desafio do home office nos trouxe muitas esperanças, e ao mesmo tempo, muitas incertezas. Diante de tantos desafios, a cabeça realmente entra em outra frequência, e saiba que isso está acontecendo com todo mundo. Viver em tempos de pandemia é também uma jornada mental.


Se você tem se sentido frequentemente ansioso, frustrado ou completamente confuso ultimamente, saiba que não está sozinho. Por esse motivo, trouxemos possíveis soluções do que você pode fazer para manter a saúde mental em tempos de quarentena.


Tente filtrar a quantidade de informações que você recebe: A cada lida em noticiários nos reparamos com notícias que nos deixam completamente devastados, sem perspectivas de melhoria. Defina um tempo limite para buscar notícias sobre a pandemia. Além de personalizar seus feeds, também busque reduzir o tempo de exposição às redes sociais


Busque novas distrações: Procure coisas que você gostaria de fazer, já que estamos de quarentena, busque por alguma diversão dentro de casa. Procure por filmes e séries que te deixem feliz, leia bons livros, pratique exercícios, experimente uma nova receita.


Cuide de sua alimentação: A alimentação está totalmente ligada à nossa saúde mental também. Procure se alimentar bem, evite muitos industrializados. Opte por alimentos ricos em proteínas e potássio que ajudam a acalmar e manter o bom humor.

Tenha tempo e invista em você: Tente dedicar algum tempo para si mesmo todos os dias. Busque fazer algo que o faça você se sentir bem, algo que seja uma terapia para você. Hoje temos muitos conteúdos online como meditação, yoga, atividades físicas, cursos e muito mais.



Viva um dia de cada vez: Não tente abraçar tudo ao mesmo tempo, você precisa entender que não conseguimos controlar tudo, por mais duro que seja ler isso. Muitos se sentem sobrecarregados emocionalmente por tentarem lidar com todas as situações.



Lidando com as incertezas


Você sabia que as incertezas e seus momentos podem ser incrivelmente ricos em aprendizados e nos ajudam a criar novas oportunidades para reinventar nossa própria realidade?


Em um ano de constantes mudanças, onde o cenário é totalmente diferente como do de costume, precisamos exercer paciência e confiança. As coisas não acontecem de acordo com o nosso próprio roteiro, e está tudo bem.


A incerteza exige a tomada de decisão, e fazer uma escolha é uma função do cérebro que consome muita energia, mas por outro lado, podemos acreditar que esses desafios vão nos trazer grandes aprendizados de alguma maneira, basta olharmos com outros olhos, com outra perspectiva.


Veja! O home office agora é uma das principais tendências para o futuro do trabalho pós-pandemia, não se trata mais de uma tendência passageira. Essa nova perspectiva de trabalho também nos trouxe muitos pontos positivos e novas formas e maneiras de se trabalhar.


Por isso, é sempre importante procurar outros meios para superar os desafios que possam vir a surgir no home office e nos adaptarmos da melhor maneira possível, para que possamos vencer e ver tudo isso como uma forma de aprendizado e crescimento.


Nomadismo Digital


Mas nem todo mundo que trabalha fora da empresa concentra suas atividades profissionais dentro de casa. Derivado do Home Office, um dos segmentos que mais têm atraído adeptos é o do nomadismo digital. Neste modelo de trabalho, profissionais que possuem condições de exercer a atividade com seu computador e um ponto de internet, wi-fi, costuma não ficar preso em uma sala ou quarto de casa. Procura cafés, outros locais e até outras cidades para trabalhar. Há casos em que estes profissionais vivem viajando. Mas isso é um tópico para outro post aqui em nosso blog.


Entre em contato


Gostou do conteúdo e quer saber mais detalhes sobre quem somos?


Se você é gestor ou proprietário de uma empresa, atua no RH de uma organização, não deixe de conhecer nosso programa de parcerias, com inúmeras vantagens para quem está com a gente.


Até a próxima!


Palavras chave: - desenvolvimento de software - pabx voip - analista comportamental






7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo